sábado, 4 de agosto de 2012

Love Can Happen, Chapter Twenty Six - Que caras são essas? (Especial Jemi) 2/3.



      _Quer saber oque pode me convencer? - ele sorriu malicioso, subindo um pouco mais suas mãos por dentro do vestido dela. 

  Ela deu um gemido baixo de antecipação e Joe logo tratou de voltar a beijá-la. Era um beijo provocante, sedento por muito mais. Mesmo que não estivessem na hora nem no lugar certo ele não conseguiria se parar, já tinham ido longe demais. Por um lado, ele nunca, sequer, tinha pensado na possibilidade de tê-la ali, totalmente entregue ao seu beijo. Ao seu toque, entregue inteiramente a ele. Sim, ele já tinha pensado, milhares de vezes, como seria bom tendo-a com ele, ao seu lado, sorrindo. Ele já tinha pensado em como seria acordar e olhar para o lado e ela estivesse lá. Ele pensou em tudo, menos nisso.. Era perfeito demais, ele nem sabia se merecia tudo aquilo.

   Ela era boa demais.

 Aquele de muito longe tinha sido o mais longo de seus beijos, o mais saboroso também. Sem dúvidas. Seus rostos se moviam de um lado ao outro num beijo desesperado. Demi tinha separado seus lábios dos dele, ofegante. Seu peito subia e descia desesperadamente, ela tinha os lábios antes rosados, agora vermelhos e inchados. O batom cor de rosa que há minutos atrás marcava somente seus lábios, agora marcavam também os de Joseph. Ela só sorria vendo ele deslizar as mãos por seu corpo, também sorrindo sapeca provocando-a. Ele já ia subindo beijos de seu pescoço até sua boca, até ouvir alguns passos perto da escada.

_ Demi? ...Demi quero que veja uma coisa - Selena gritou, e Joe logo percebeu que ela se caminhava até a sala. Perfeito - ele pensou. Essa já era a segunda vez que ele está proximo a sair da estaca zero com Demi, e algo ou alguém interrompe. Não dá! Selena estaria te devendo uma depois dessa, outra vez.

 Mas mesmo assim eles se desesperaram por um segundo. Com a respiração fora de controle os dois se entre olharam, Joe teve vontade de rir. Se sentia uma criança que acabara de fazer besteira e estava prestes a ser pega.  No seu caso, a besteira que iria fazer viria logo a seguir.  E ele estava tendo consequencias por isso. Seu corpo estava... ahn... em chamas. Joe não pode deixar de rir ao ver Demi se levantar um pouco atrapalhada, se arrumando de pressa. Ela não sabia se arrumava-se antes de Selena descer, ou se corria de vergonha.

_ Esta é a segunda vez que passo por isso, Jonas. - ela sussurrou pra ele zangada.

_ Eu quem deveria falar isso.. Olha só pra mim! - sussurrou devolta, Demi riu vendo-o colocar uma almofada sobre o colo.

  _ Oh, vocês estão aí - Selena disse, terminando de descer as escadas. Ela trazia consigo uma pequena caixa, talvez fosse isso que ela queria lhe amostrar - Espera...

_Oque? _Eles quase berraram juntos, o susto de quase terem sido pegos correndo pelo corpo.

_Que caras são essas? - perguntou, olhando-os desconfiada. Joe se mecheu desconfortável.

_Caras? Que caras? - Demi tentou disfarçar dando uma risada alta sem humor. Joseph fez o mesmo, estava valendo de tudo para fazer Selena sair dali e ele pudesse correr direto para baixo de um chuveiro frio. Ele tinha um grande problema.

_ Vocês estão estranhos - Selena acusou, voltando a os olhar desconfiada. Agora mais que antes - Oque vocês estavam...

_ Nada! - Demi se apressou ao dizer, atropelando as palavras - Nós não estavamos fazendo nada!

_Hum.. - ela vez uma cara desconfiada e logo sorriu, Demi suspirou aliviada, porém corando fortemente. - Vem, Demi, vamos subir. Quero te mostrar isso. - ela sacudiu levemente a pequena caixa de madeira, e com uma mão já livre puxou Demetria contra a vontade para que subissem as escadas, mas não antes de dar uma piscadinha para Joe, que olhava tudo confuso.

       (...)

  Algumas horas haviam passado, e já era quase noite. Uma chuva fraquinha caia do lado de fora do quarto onde Demi se arrumava com a ajuda de Selena. Hoje seria uma noite especial. ela sabia que seria. Joe havia a convidado para sair, e ela, claro que havia aceitado. Jamais que negaria um pedido ou oportunidade de estar bem perto de Joe ainda mais agora.  Estar junto dele havia se tornado um vicio, rotina. Ela já tinha se acostumado a receber os beijos dele pela manhã bem cedinho, e seus carinhos quase todos os dias antes de dormir. Dependia todos os dias de suas mensagens dizendo que sentia saudades, e que a amava mais que a propria vida. Ela gostava de estar abraçada a ele, enquando ele lhe fazia um carinho gostoso, sussurrando em seu ouvido. Ela havia acostumado, e agora, soltar dele seria terrivelmente doloroso. Bem oque ela tinha medo. É que agora, as coisas estavam diferentes. Nunca estiveram tão intensas e Demi sabia bem, que se continuassem tomando esse mesmo rumo ela enlouqueceria. Na verdade ela já estava louca, completamente louca... por ele.

     Com o passar daquelas horas, Demi nunca havia se sentido tão nervosa. Era como se estivessem milhares de pedrinhas de gelo em seu estômago, ela não sentia suas pernas, era como se todos os seus outros pensamentos estivessem fugido dela. Ela não conseguia pensar em nada a não ser naquela noite, nele, neles. Não, aquela não era a primeira vez que sairiam, mas, ela não conseguia evitar. Ainda mais o pensamento que agora eles não eram só "amigos". Na verdade eles nunca foras apenas isso, e se foram, era uma amizade bem estranha. Mas ela não se importava mais, ela só queria amá-lo da maneira segura. De forma com que ela não se machucasse, ela queria que talvez, desse certo agora. Era sim amor, e não sairia dela tão cedo. Só em apenas ouvir falar no nome Joseph ela já sentia seu coração dar um salto. Batia tão forte que ela podia ouvir e sentir que sairia para fora de si a qualquer momento.

_Não está sendo tão ruim não é, Demi? - Selena perguntou com uma voz calma, se aproximando da amiga.

 Demi se encontrava a frente da janela de seu proprio quarto. Observava a chuva chocar-se contra o vidro transparente e logo em seguida escorrer lentamente, sentia a fria brisa do vento entrar pela curta abertura da mesma fazendo-a se arrepiar de uma forma gostosa . Aquilo de certa forma lhe dava paz, ela poderia ficar ali por horas perdidas em seus pensamentos que tinham um só dono. Mas desta vez os mesmos foram interrompidos pela voz de Selena. E na verdade, Demi não havia entendido nada.

_Oque, Sel? - ela se deixou perguntar confusa, enquanto passava as mãos pelo vestido que usava. Um tecido branco, rendado, simples, porém maravilhoso. Havia lhe caido perfeitamente, ela estava pereita. Usava também uma pequena jaqueta jeans de lavagem clara e um salto bege. Sua maquiagem não era forte, mesmo sendo noite. Selena havia a feito, e inclusive arrumado seus cabelos que nunca estiveram tão lindos. Uma coisa ela teria que admitir: Joe estava lhe fazendo um bem danado.

 _Você e Joe.. - ela explicou e Demi assentiu, entendendo e deixando-a continuar - Acho que teve medo atoa. Ele é o certo.

_Eu sei que é, Sel. - concordou, sorrindo feito boba - Mas.. isso é tão estranho! - confessou, fazendo uma careta que fez Selena rir.

_Miley ficaria muito feliz em vê-la assim. De bem com Joe, e namorando! - disse passando suas mãos sob o cabelo de Demi, arrumando seus cachos bilhantes nas pontas. Estava quase na hora de Joe ir buscá-la.

_ Nós não estamos namorando - lembrou, corrigindo-a - ..Quero dizer.. não ainda.

_Ainda.. - repetiu dando enfase que fez Demi gargalhar e lhe entregar um abraço apertado. - Você está linda, Joe vai adorar.

_Obrigada. Muito obrigada. Por tudo.. - agradeceu, se apertanto mais ainda ao abraço dela. Sem Selena ela realmente seria um grande nada. - Eu nem sei oque seria de mim se não fosse por você e..

_Oh, pare! Vai me fazer chorar - Selena disse, fechando forte os olhos por um instante. Impedindo que qualquer lágrima caisse. - Mas eu sei, você não seria nada.

_Convencida - acusou, rindo e puxando de leve os cabelos da melhor amiga. Elas se separaram de um abraço forte quando a campainha soou pela casa. Demi a olhou, sorrindo mais doque nunca.

_Será inesquecível, amiga. Esta é a sua noite - Selena disse, e beijou de leve o rosto de Demi que retribuiu. Logo ela sumiu pela porta sentindo as "pedrinhas de gelo" em seu estômago esfriarem ainda mais. A unica coisa que lhe vinha a cabeça era as palavras de sua melhor amiga.

  Será inesquecível.

Continua ;*


        Heeeeeeeeey pipoquinhas *-*

   Como estão? Espero que bem, porque eu estou péssima! Oque não me falta é vontade de destruir o blogger! Porque eu to falando isso? Simplesmente porque  passei a madrugada inteirinha, tipo, inteira mesmo, escrevendo bem aqui no blogger, onde deixa a postagem sabe? Então, lá. Escrevi 6 capitulos que por uma única vez na vida ficaram lindos, e oque aconteceu?
Eles.sumiram.
 Esse capítulo não estava nadinha assim, nem um pouquinho, mas foi oque eu mais consegui me esforçar a refazer. Tive até uma ajudinha da minha amiga, e psé, eu terminei de escrever apenas esse as 8h da manhã de hoje (4), pra não perder muito tempo e logo postar. Estou super cansada e caindo de sono então, espero muito que gostem e por favor não reparem na escrita errada, me dêem créditos ok? u-u
  Bom-vindas novas seguidoras, 105 *------------*  Vão me aturar também, sorte de vocês. Eu sou super legal u-u kkkkkkk'   Obrigada a todas que comentaram no capítulo anterior e comentem muito neste. Marquem também a opção "Gostei ou Não gostei" aqui em baixo, ok?  Sejam sinceras.

 Well.. era isso.  Beijinhos da Clara. 
                                     Amo vocês <3  

5 comentários:

  1. Ahhh muuuiiito lindo!
    Bem vc já sabia mas vou dizer esta perfeito!*.*
    Posta logo se não lembra do Freddie, Clair?rs
    I love you so much, Clair! O:)
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. Aiiiii God trás a vida de Volta pq a bitch aq tirou ........Brinks.......... Amo te Posta logo perfeito

    ResponderExcluir
  3. cap perfeito...


    jemi junto ate q enfim...hehe amo

    bjo bjo e posta logo

    ResponderExcluir
  4. Dá uma olhadinha e segue? (:
    Rebeldes - Depois da Chuva: http://fics-portinaiweb.blogspot.com.br/.
    Agradeço ;*

    ResponderExcluir